Na presença do Secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação, o Embaixador Pedro Pessoa e Costa entregou esta manhã no Aeroporto de Luanda material de diagnóstico epidemiológico ao Reitor da Universidade Mandume ya Ndemufayo que permitirá permitirá reforçar a capacidade laboratorial da província da Huíla e a resposta angolana à atual pandemia da Covid-19, quer no plano científico, quer no plano sanitário. 

A presente iniciativa resulta de uma parceria entre vários centros científicos portugueses de excelência, designadamente o Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (Cibio) da Universidade do Porto, o Centro para a Formação Avançada para Cientistas oriundos de Países de Língua Portuguesa (abreviadamente Centro de Ciência L.P.), o Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) da Universidade Nova de Lisboa e a Fundação para Ciência e a Tecnologia (FCT).

Além do aparelho de diagnóstico RT-PCR, serão entregues ao laboratório da Universidade Mandume ya Ndemufayo, os equipamentos acessórios de testagem (enzimas, reagentes e igualmente equipamento de biossegurança) suficientes para a realização de até 1000 testes do vírus SARS- CoV-2, tendo o referido aparelho capacidade para a realização de 120 testes-diagnóstico por dia, com os resultados obtidos num máximo de 24h.

Esta iniciativa insere-se no Plano de Ação para a resposta sanitária à pandemia COVID-19 entre Portugal, os PALOP e Timor Leste, coordenado pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua

Notícia também publicada no Facebook: https://www.facebook.com/embaixadaportugalemangola/posts/126171295801334

aeroporto 4 min

aeroporto 1 min

aeroporto 2 min

aeroporto 3 min

© Embaixada de Portugal em Angola

  • Partilhe